Maratona de Berlim 2013

Maratona de Berlim 2013

terça-feira, 1 de maio de 2012

é o que se tem para hoje


diazinho de chuva bom pra ficar dormindo debaixo de um edredon
(menos para quem gosta de correr)
a ideia é só de uma treinozinho na esteira
sair correndo de casa, que é para ir esquentando e molhar menos
chegar perto da academia
entrar ali não, que falta poesia
seguir o rumo, decidindo onde ir em cada esquina
gps não acha sinal, que a chuva é boa
(pra quê gps?)
pouca gente na rua, afinal é 1º de maio
perto de casa, os mesmos lugares mas com um novo olhar
a corrida segue gostosa, gps virou cronômetro
praça da bandeira, vou dobrar a direita
hospital da aeronáutica, saudade de meu tio Waldir
a chuva apertou um pouco
vou seguir até a Saens Pena
pouco mais que padarias abertas
cada uma é um oasis de vida no deserto de concreto
hoje mais deserto
vontade de correr até não aguentar mais, pena que não se pode
40 minutos é o que se tem para hoje
a alma vai sendo lavada
renascimento
seguindo feliz
pé na poça, agora molhou
ainda bem que já se está chegando em casa
Rua Dulce, voltar 30 anos
local das peladas depois da escola
errar o caminho, que já faz tempo
moraes e silva
pena que está acabando
vontade de falar, gritar o quanto está bom
mas seguir falando sozinho
outros seguem embaixo de seus edredons
fazer votos para que possam sair deles um dia
seguir
chuva apertando de vez
Visconde de Cairu
boas e más lembranças
mais boas que más
amizades e indiferença
Mariz e Barros
volta pra casa
molhado
feliz demais

definitivamente não há nada que uma corridinha na chuva não cure


12 comentários:

  1. gostei, viu!
    que texto gostoso!

    o que se tem pra hoje é o que faz nosso amanhã...

    ontem corri assim também... na chuva, na orla quase deserta, feliz, corpo e alma encharcados, e uma paz, uma paz de dar gosto...

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado!

      Me lembrei de você nessa corrida. Definitivamente correr é o que traz poesia para nossas vidas!

      bjs
      Sergio

      Excluir
  2. melhor que a esteira, beeem melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. com certeza! embora consiga encarar a esteira numa boa também, não dá para negar que a rua é muito melhor.
      abraço,
      Sergio

      Excluir
  3. Dá para sentir o ritmo direitinho, grande veia literária aí, hein?
    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado em primeiro lugar pela visita, depois pelo comentário! mas acho que não é para tanto he he é só uma brincadeira mesmo!
      abs
      Sergio

      Excluir
  4. eita tijucano! Matou a pau no treino e na crônica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Ricardo!! ser tijucano é bom demais he he
      abs,
      Sergio

      Excluir
  5. Sérgio,
    Isso é o que eu chamo de correr com prazer.
    Agora sim, sem as amarras das planilhas, senti a liberdade de sua corrida, o que refletiu fortemente no seu texto. Aliás, poesia.
    Você transpareceu felicidade.
    Graaande abraço!
    Gilmar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gilmar,
      obrigado, amigo! fiquei fora por uns dias e acabei perdendo seu comentário! a corrida nos inspira!
      abraço,
      Sergio

      Excluir
  6. Uma corridinha na chuva é sensacional. Também curto muito.
    Abraço e parabéns pelo texto. Ficou muitíssimo bom.


    tutta/BALEIAS/PR
    www.correndocorridas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. somos dois, amigo! o único risco é a chuva aumentar e o tênis encharcar... ainda bem que deu tudo certo.
      abração,
      Sergio

      Excluir

Tenho um enorme carinho pelos que comentam por aqui e procuro responder a 100% dos comentários, aqui na própria seção. Vamos lá, diga aí embaixo o que achou ou qualquer coisa relacionada às corridas...