Maratona de Berlim 2013

Maratona de Berlim 2013

terça-feira, 13 de maio de 2014

Relato de prova: Mizuno Half Marathon RJ 2014

Amigos,

Fui feliz mais uma vez!

A preparação para a prova foi boa, o problema é que ganhara 6 kg nos últimos meses. Assim, a expectativa de performance era baixa.

Cheguei de férias de 11 dias (nos quais fiz o polimento para a prova) na madrugada de sexta para sábado, e a prova era no domingo. Meu primo Paulinho (corredor veloz das antigas, com mais de 60 de idade e corpo e cabeça de 35) pegou o kit, pois este foi distribuído no distante Recreio dos Bandeirantes, local da prova, mas a uns 40 km da minha casa.

No domingo saí de casa às 6:00h, e 6:50h já estava no local combinado. Chovia bastante. Como que anunciando uma boa prova, entretanto, a chuva parou no momento da largada e deu tempo de ver um lindo e completo arco-íris, pouco atrás da massa de corredores.

A largada ocorreu sem atrasos, às 7:30h. Encontrei o Frotinha, o Carino, o Nishi e o Eduardo Elias, âncora da Fox Sports, que não conhecia mas do qual sou fã. Não os acompanhei, entretanto, achando que não teria pernas.

Resolvi ser bastante conservador, pois imaginava que faria a prova acima de 2h10'. Assim, resolvi controlar  pelo batimento cardíaco, fazendo o 1º terço a 140 bpm, o 2º até 150 bpm e o 3º acima disso, dependendo de como estivesse me sentindo.

O tempo estava perfeito para correr, sem calor nem chuvas e a prova era totalmente plana, as melhores condições que já vi para uma meia-maratona (ai eu com uns 7 ou 8 kg a menos...). O percurso era muito bonito, com o mar (bem forte) de um lado e, na maior parte, uma reserva do outro. O fato de ser ida e volta tem suas vantagens, como na facilidade em estacionar, na motivação, pois a partir da metade estamos voltando, e em cruzar com os amigos que estão no outro sentido.

Consegui me manter dentro da estratégia traçada, porém o que faz um corredor em uma prova longa? ora, bolas, contas ;-) ! e aí eu, com minhas contas, cheguei a conclusão lá pelo meio da prova que daria para fazê-la em menos de 2 horas. Para isso, entretanto, era preciso acelerar bastante!

Consegui o objetivo traçado, com um sprint nos últimos quilômetros. Na linha de chegada fui me aproximando do pacer de 2 horas e cruzei o pórtico junto com ele, em exatas 1 horas, 59 minutos e 53 segundos, longe de meu melhor tempo (1h49' em 2012), mas bom para as condições de momento. Senti que o coração estava bom, mas era difícil para as pernas aguentarem o saco de arroz a mais que carregava nas costas :-). Acabei me desencontrando do meu primo na chegada, o que foi uma pena.

Achei a prova boa, mas com alguns detalhes que poderiam ser melhorados nas próximas edições:
1) na largada, a fila do banheiro era imensa. É necessária uma maior quantidade de banheiros químicos
2) a água estava, na maior parte, meio quente
3) achei que o gatorade podia ser distribuído em maior quantidade de pontos, para permitir maior flexibilidade na estratégia de hidratação
4) seria bom ter um ponto mais central para distribuição do kit

Apesar destes pontos, que não chegam a comprometer, acho que o grande acerto foi o percurso, que é bonito e, como já disse, totalmente plano. Gostei também da distribuição de esponjas molhadas, ainda que nesse dia não tenha sido muito necessário. O acordo com São Pedro foi, no entanto, o maior acerto :-)

A meta desse segundo semestre é emagrecer. O próximo desafio é a Meia do Rio (Caixa) em Julho! Vamo que vamo...

4 comentários:

  1. Parabéns Sérgio e me desculpa pelo sumiço. hehe
    Abraço e boas corridas.


    tutta/Baleias-PR
    www.correndocorridas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que beleza, Sérgio!
    Parabéns.
    Está na hora de marcamos um novo almoço. Topa?
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu! Opa, vamos marcar sim!
      abs
      Sergio

      Excluir

Tenho um enorme carinho pelos que comentam por aqui e procuro responder a 100% dos comentários, aqui na própria seção. Vamos lá, diga aí embaixo o que achou ou qualquer coisa relacionada às corridas...