Maratona de Berlim 2013

Maratona de Berlim 2013

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Existe desafio na curta distância?

Hoje foi dia de treino de tiro, como preparação para a Meia Maratona da Athenas. Eram 15' de aquecimento, depois 8 tiros de 45", com trote de 30" entre eles, seguidos de mais 15' de desaquecimento. Correr rápido doi. E muito, se estivermos fazendo direito. Hoje foi bem dolorido. Que bom que é assim!

Engraçado isso. A maioria das pessoas acha que o grande desafio da corrida está na distância. Um amigo outro dia me perguntou se eu ainda achava algum desafio correr a meia-maratona, uma vez que já havia feito tantas. Talvez correr uma meia em 1h58' não seja mais desafio para mim. Mas correr em 1h55' é, e desafio maior é correr em 1h52'.

No sábado eu fiz meu longão, como de costume. Foram 22,5k, ou 3 voltas em torno da Lagoa Rodrigo de Freitas, percorridos em cerca de 2h06'. Como todo treino longo, não pode ser feito em ritmo muito forte, que não é essa a ideia. No meio ainda fiz alguns tiros, que a planilha pedia. Considero que tenha feito um ótimo treino.

O que constatei, entretanto, foi que o treino de tiro foi mais difícil que o de sábado. A cada volta o coração saía pela boca, pois a planilha pedia "all out" (ou esforço máximo). No último tiro parecia que ia morrer, e continuei trotando devagar após os tiros até me recuperar.

Nada contra as pessoas que enxergam na distância seu grande desafio. Eu mesmo estou me preparando para, depois de 5 anos, estrear na Maratona. A Comrades, então, é um sonho. Não sei ainda o que o futuro me reserva. Por hora fico feliz de estar correndo sem contusão, que era o grande plano para este ano.

O ponto onde quero chegar é que descobri há algum tempo que há sim muito desafio nas distâncias mais curtas. Os treinos são puxados, assim como as provas, como diz Dean Karnazes, desde que estejamos fazendo da maneira correta. Uma prova de 3.000 metros pode ser mais difícil que uma maratona!

É claro que a corrida pode ter vários benefícios na vida de uma pessoa e não é todo mundo que tem perfil para os treinos e provas de velocidade. Quando digo perfil não falo da questão física, mas psicológica. Para ganhar dois a três segundos por quilômetro é preciso comer certo, dormir bem e treinar pesado. Essa tríade é difícil de atingir, especialmente porque somos amadores que em geral temos outro trabalho ou, no mínimo, a vida lá fora para cuidar. Sem falar que não é todo mundo que deseja isso. Conheço muita gente, por exemplo, que só quer dar uma corridinha de 40 minutos sempre na mesma distância e velocidade. Outros gostam mesmo de encarar percursos mais técnicos e longos. Tudo OK, tudo ótimo.

Só queria levantar a bola que existe essa alternativa, que ela é recompensadora e que pode ser tão ou até mais puxada do que buscar cada vez atingir distâncias maiores.

24 comentários:

  1. Grande Sérgio.
    Realmente há muitas possibilidades de desafios em provas curtas. Eu não penso em abandoná-las não.
    1, 2 segundos podem mudar muita coisa.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Luiz!
      grande abraço,
      Sergio

      Excluir
  2. Correr atrás de um recorde pessoal é incrível. Superar 2 segundos que sejam do seu último recorde no que vc deu seu melhor é muito gratificante.

    Abraços,

    Victor Caetano

    corridaurbana.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente, Victor. Mas faço a ressalva que não é todo mundo que se motiva com isso. A corrida pode servir para muitos objetivos!
      abraços,
      Sergio

      Excluir
  3. Oi, Sérgio!!
    Eu me encontrei na corrida de curta distância. Pra mim dá mais satisfação e me sinto mais competitiva. Correr até doer tudo, suar muito, ficar vermelha e feliz. Adoro mesmo!!
    Abraço e Força nos treinos.
    Helena
    correndodebemcomavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana, Helena.
      Eu ainda quero testar a maratona para ver exatamente onde vou parar ou então se vou seguir testando he he.
      abraço,
      Sergio

      Excluir
  4. Oi Sergio,

    Escrevi exatamente sobre isso. Estou sofrendo mais nos treinos de curta distância a alta intensidade do que nos treinos da maratona.... Mas vale a pena e são treinos necessários para aumento da nossa velocidade.

    Bons Treinos!!!!

    Yeda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      finalmente apareceu!
      a curta distância é sofrida mesmo, coincidência ter escrito sobre a mesma coisa!
      bjs
      Sergio

      Excluir
  5. Sergio,
    eu acho mais dificil correr os 10 kms abaixo de 50 do que uma meia em 2 hrs.
    E estou começando a achar que essas provas de 100 milhas atendem as pessoas, mesmo na elite, que fora gostarem do que fazem, não se dariam bem em uma maratona. Porque fazer 3 min/km deve doer muito e algumas pessoas simplesmente não conseguem isso e aí partem para as ultra.
    Acho eu, sei lá.
    ABS !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Difícil saber o que se passa na cabeça das pessoas. A longa distância é bacana também e dá uma sensação muito boa. Prefiro pensar que há espaço para tudo e todos. Só acho que é muito mais difícil ganhar maratonas do que ultramaratonas, porque o número de participantes e profissionais é muito maior.
      abs
      Sergio

      Excluir
  6. Oi Sergio!
    Concordo plenamente.
    Não tenho muita experiencia em provas, mas achei mais difícil as provas de 8kms que realizei do que a meia maratona.
    Sem contar que seu post me fez pensar que talvez eu esteja mais cansada dos treinos não em função do volume semanal, mas por ter intensificado os treinos de tiro.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, Alessandra!
      Meu corpo sente bastante os treinos de tiro, pode ser que o seu também esteja sentindo!
      abraço,
      Sergio

      Excluir
  7. Sergio,

    eu gosto de correr as de 5Km na faixa dos 27min (velocidade de felicidade) e Meia Maratonas na faixa das 2h05m (também na curtição). Detesto, abomino, cuspo em treino de tiros - mas faço :-)As provas de 10K eu até vou, desde que não haja a opção 5K. Mulher é assim mesmo. :-S

    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, o legal é isso, a corrida proporciona todas essas opções. Sei de muita gente que também não curte fugir da zona de conforto na corrida, assim como você. Importante é correr e ter saúde!
      abs
      Sergio

      Excluir
  8. Em meados de setembro iniciamos a saga de treinos de tiro. Que horror! Mas tenho que confessar que hoje consigo curtir esses treinos.

    Acho que finalmente coloquei na cabeça que "tiro é ruim, mas é bom" e vou seguindo, e vou melhorando.

    E eu vejo toda e qualquer distância como um desafio!

    Abraços e bons treinos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, tiro é o ruim que é bom! he he

      Importante é correr!

      bjs
      Sergio

      Excluir
  9. Há corredores e corredores, cada qual na sua distância, no seu ritmo, enfim uns gostam de provas curtas outros de provas longas... mas o mais importante, no meu ponto de vista, e que cada um se divirta na sua distância e velocidade...

    Abs

    Fábio
    www.42afrente@blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida, Fábio. Só quis registrar que o desafio não está só na longa distância.

      Obrigado pelo comentário,

      abs
      Sergio

      Excluir
  10. o desafio está onde a gente coloca!
    pra mim, houve um momento em que o desafio era conseguir correr 10min seguidos...

    quando eu corri a primeira vez 8km, eu gostei tanto que me apaixonei pela corrida, pelo correr, e quis ter perna para correr até onde meu coração me levasse, e ele tem me levado longe, às vezes mais rápido, às vezes mais devagar...

    sabe o que é legal? é a gente conquistar os nossos desafios, e não os das outras pessoas...
    para alguns, o desafio é a velocidade...
    para outros, é a distância...
    para outros, é o percurso...
    para outros, é tudo junto...

    quando a gente conquista o nosso desafio, é uma euforia sem limites, uma sensação de prazer supremo, de poder, de força!
    e é aí que tá a graça;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. putz, você tem o dom das palavras mesmo. Elas saem da sua boca (ops dos seus dedos he he), como que traduzindo plenamente as suas ideias, sem as perdas que normalmente acontecem nesse processo. Concordo inteiramente com tudo que escreveu! é isso que acredito!
      bjs
      Sergio

      Excluir
    2. Sergio, vc disse tdo. A Elis arrepiou e consolidou o pensamento.

      Excluir
  11. Muitas vezes um treino de tiros é muito mais difícil e dolorido do que fazer um longão de 20 ou 30 kms em ritmo confortável mesmo Sérgio.
    E quandos e alcança um bom desempenho, mantê-lo torna-se muita mais difícil ainda.
    Eu que o diga. hehe
    Estou caindo de produção a cada semana que passa devido a falta de coragem de treinar forte, ou de simplesmente treinar. hehe

    Grande abraço e bons treinos.


    tutta/Baleias/PR
    www.correndocorridas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida, Tutta, o treino de tiro é difícil mesmo. Bom ouvir sua opinião.
      Espero que consiga recuperar sua motivação para treinar forte!
      abraço,
      Sergio

      Excluir

Tenho um enorme carinho pelos que comentam por aqui e procuro responder a 100% dos comentários, aqui na própria seção. Vamos lá, diga aí embaixo o que achou ou qualquer coisa relacionada às corridas...