Maratona de Berlim 2013

Maratona de Berlim 2013

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Relato de prova Meia Maratona do RJ: "A felicidade está onde a colocamos"



E, assim, 9 meses e 21 dias depois, termina a primeira jornada do Corredor Feliz. Nada poderia me fazer mais contente do que concluir a prova bem, no dia de ontem.

Guardarei para sempre a visão de meus filhos e minha mulher sorrindo para mim segurando a faixa da foto. Além disso, com minha mãe também presente. A família junta foi a cereja no bolo! Definitivamente, não tem preço.

Corri em um grupo de 4 amigos: eu, Borges, Andre e Glaucio. Fizemos fazer a corrida exatamente como planejado, o que me deixou bem satisfeito. Minha meta era terminar bem e, se possível, reduzir um pouco o tempo da Asics, apesar da altimetria mais difícil e do tempo, mais quente. Consegui atingir a meta, fechando em 1h58'45", 41 segundos mais rápido que na Asics.

Tudo começou às 5h da manhã, quando o amigo Borges me pegava para uma carona. Às 5:30h, encontrávamos o amigo Guilherme, e juntos, pegávamos o ônibus cedido pela organização. Acredito que tenhamos saído do Aterro por volta de 5:45h. Tudo muito bem organizado.

Chegávamos à concetração por volta das 6:20h. Aí fomos deixar as coisas no Guarda-Volumes e encontramos os amigos Andre e Glaucio. Demos uma passada rápida nos banheiros, mas, devido às filas, chegamos ao local da largada já próximo às 7:00h, quando foi dada a largada. Era uma verdadeira multidão de 8.000 pessoas, sem qualquer tentativa de largada por ritmo. Surpreendentemente, entretanto, o "engarrafamento" foi menor do que esperava.

Logo no início nos deparamos com a subida do elevado do Joá. Desta vez quase todos faziam em bom ritmo, por estar no início da prova, ao contrário da Asics, onde alguns caminhavam. Imaginei que teríamos dificuldade de pegar o retorno para o elevado com a quantidade de gente, mas até que fluiu bem.

No túnel, logo após o 1k, a grande surpresa. Foram vários canhões de laser que lançavam na parede ou no ar, de forma holográfica, lindas imagens de gente correndo, de palmas, e de muitas outras coisas. Emocionante! Fiquei arrepiado...

Depois, descíamos o que havíamos subido e tínhamos um trecho relativamente curto em São Conrado. Conseguimos compensar o que havíamos perdido de ritmo na subida e chegamos aos pés da Niemeyer com pace acumulado de 5'40". O chato é que devido ao túnel e elevados, o GPS ficaria com um erro até o final da prova e, assim, tinha que ficar fazendo conta para calcular o pace acumulado.

Fizemos bem a subida da Niemeyer, em um trecho lindíssimo. Descendo, chegávamos ao Leblon, do Manoel Carlos, praia que frequentei muito na infância e de onde tinha ótimas recordações. Lembrava dos episódios passados ali, de quando minha irmã e minha prima quase se afogaram, das vezes em que corri naquela areia. Bons tempos. Seguíamos firme.

Passávamos o Canal e chegávamos em Ipanema, terra da famosa "Garota de Ipanema". Houve também um bom tempo na adolescência em que ia naquela praia, antes dela se tornar um pouco mais "alternativa" na sua frequência he he. Mas tudo bem, cada um na sua. Ipanema será sempre Ipanema.

O pace se mantinha, e o grupo estava coeso. Borges, que já havia feito um ótimo tempo na Asics, claramente segurava o ritmo para correr conosco, uma atitude extremamente nobre. Qual outro esporte se vê isso? por isso eu gosto tanto da corrida. Guilherme, após semanas de férias, antes da largada já havia dito que faria um ritmo mais conservador e vinha bem atrás. Mas fez também uma boa prova.

Mais um pouco e chegávamos a Copacabana, a "Princesinha do Mar". Aqui, para mim, o psicológico atrapalhou um pouco, pois vieram as dores atrás da coxa, e o final da praia, que se vê do início, é loooooonge. Mas o grupo dá conta de levantar o astral e, assim, seguíamos. Não se pode abaixar o moral com um visual desses... era realmente um privilégio para poucos correr em um lugar tão lindo! Em alguns lugares a organização colocou algumas pessoas incentivando, o que foi uma bela atitude. Nessas horas, tudo ajuda.

Logo terminávamos Copa e entrávamos no tunel em direção à Botafogo. A essa altura, as dores já haviam ficado para trás e senti que estava bem. Como já nos aproximávamos do final da prova, vi que o sub-2h já estava garantido para todo o grupo e, assim, avisei que daria uma acelerada. Borges já havia desgarrado do grupo faltando 5k para o fim da prova. Eu sairia faltando 3k.

O final é um trecho conhecido no Aterro. Ali passamos em um lugar belíssimo também, tendo o Pão de Açucar à nossa direita. Creio que tenha passado os últimos 3k em torno de 5'10" por km. Meu gps definitivamente não foi bem, com tantos túneis no caminho...

Na chegada, muita gente, na maioria parentes e amigos dos participantes. Cheguei, apesar do esforço, com um sorriso nos lábios. Consegui ver minha mulher e meu filho mais velho. Reencontrei o Borges. Foi muito bacana!

Lembrei do amigo Gilmar, que, embora longe e de contato apenas virtual, não pode participar, mas está sempre me incentivando. Também da Elis, pessoa de coração enorme, da Katryny, sempre se questionando mas com um apoio amigo, da Yeda, engenheira como eu querendo ficar melhor cada dia, do Miguel, mineiro bacana demais também, da Adriana, companheira de trabalho e de corridas, do Andre que se tornou quase uma alma-gêmea nas corridas e de todos os outros que infelizmente não tem como citar um a um. O apoio, ao longo desses quase dez meses, além dos aprendizados, foram valiosíssimos. Definitivamente o blog foi uma boa ideia.

Encontrei o amigo Xampa. Definitivamente gosto muito de quem "não tem sempre aquela velha opinião formada sobre tudo" e está sempre se questionando.

Revi também o primo e amigo Paulinho. Era adolescente ainda quando fui com meus pais ao Aterro ver a chegada de uma maratona que ele participou. Talvez ali tenha despertado meu interesse pela corrida. Agora corro com ele, que já está na faixa de 60, mas tem mente e corpo de gente muito jovem. É e será sempre um exemplo para mim de alguém que vê o copo sempre meio cheio. Já combinamos a Maratona de 2012.

Infelizmente queria muito ter encontrado vários amigos que participaram da prova, mas não foi possível. Realmente tive que dar atenção à família que foi apenas para prestigiar. Meu pós-prova, logo após os 21k, foi correndo atrás de meu filho mais velho em um circuito gramado improvisado que encontramos. Muito bom!

As contusões claramente regrediram bastante. O pé já está OK, os joelhos quase, permanece apenas aquela atrás da coxa. Mas creio que tudo vá se resolver rápido.

Ao final desses quase 10 meses, ficou a sensação de que tudo valeu muito à pena e teria feito tudo de novo. Agora, é hora de ancorar o barco e recompor o planejamento para me preparar para novas viagens! Os amigos Borges, Guilherme e Paulinho já avisaram que vão juntos no barco da Maratona de 2012. Tenho muito a aprender com a vida, e descobri na corrida uma fonte de aprendizado poderosa. Não quero os mares tranquilos e as baías abrigadas! Não sei ainda o que me aguarda nos oceanos da vida, mas sei muito bem o que busco! Quer vir junto?

31 comentários:

  1. oi, sérgio!!!

    parabéns!!!

    é bom quando a gente conquista algo depois de se dedicar tanto!
    você se dedicou, e venceu todas as dificuldades para que esse projeto fosse possível!

    imagino a sua emoção, correndo esse desafio, sabendo que sua família e tantos amigos estavam ali pra apoiar você, torcer por você, e receber você de braços abertos na linha de chegada!!!

    maratona é um projeto lindo!
    acho que você vai gostar muito, de todas as etapas dessa conquista!

    em 2012, eu estarei morando aí no rio de janeiro, e espero sentir na pele, na alma, todo esse calor!

    obrigada pela lembrança;)
    lá de campinas, estive torcendo por todos vocês!!!

    o relato ficou lindo! emocionante!

    bjs
    http://elismc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Elis

    Muito obrigado pelas palavras! Espero que a preparação para a Maratona seja ainda melhor!

    Sua presença em terras cariocas será ótima! Êêêêêêêêêêêê! O Rio ganha muito com presença tão ilustre!

    beijo
    Sergio

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Sergio, missão cumprida, e muito bem. O melhor de tudo isso é o que estar por vir. Vai descobrir os segredos da bela distância...ai sim, estará iniciado nas corridas. Se até agora foi bom, aguarde os próximos capítulos. Parabéns pela bela prova, e por curtir tudo, isso sim é o que vale, tempo de conclusão, sempre será secundário. Abração.

    ResponderExcluir
  4. Ricardo,
    Valeu amigo, obrigado! o tempo de conclusão é realmente secundário. Tenho certeza que se não fossem as contusões na reta final teria sido melhor. Como já sabia as condições, tratei de fazer uma meta realista, e aí fui bem sucedido. Outras meias virão, sei que ainda estou longe do meu potencial. É até bom que fica um gostinho de quero mais.
    Quanto à maratona, espero gostar assim. Mas confesso que ainda tenho um certo receio do efeito no organismo no longo prazo. Mas é cada coisa de uma vez, vamos ver!
    grande abraço,
    Sergio

    ResponderExcluir
  5. Parabéns !!!
    Legal ver a sua evolução.
    Te procurei na largada e agora entendi porque nao te achei, as filas estavam gigantescas. Todo mundo no #2, hhehehehe.
    Puutz, eu deveria ter te falado para levar comida para antes da prova e o problema do GPS. Ano passado eu me enrolei com o pace médio e fiquei sem noção. Nesse ano só tinha o pace atual na tela do GARMIN.
    Sucesso na maratona.
    Eu ainda fico um tempo na meia. Tenho algumas metas para realizar nessa distância.
    ABS !!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Xampa,
    Valeu!
    realmente o GPS foi um aprendizado. Com esses túneis todos fica complicado. Melhor focar no pace médio e no tempo total de prova mesmo. Outra coisa que fiz errado foi colocar a distância total da prova, que aí ele apitou o fim de prova uns 300 metros antes e parou de marcar. Que raiva! Agora estou no aguardo do resultado oficial para ver como fui.
    A alimentação também dessa vez não foi ideal, pois comi pouco na véspera à noite e de manhã. O problema foi que a dispensa estava vazia. Acabei antecipando o gel e a paçoca, e deu para sobreviver.
    Se conseguir melhorar rápido e voltar a treinar bem, penso em fazer a meia da Atenas para melhorar o tempo. Vamos ver.
    abraço,
    Sergio

    ResponderExcluir
  7. Xampa,
    ops quis dizer pace instantâneo ao invés de pace médio.
    Sergio

    ResponderExcluir
  8. Olá Sérgio parabéns! Peguei o seu blog através do Blog da Elis, estou procurando amigos para trocar idéia sobre corrida. Fiz um blog tb: http://www.corridafeliz.blogspot.com/ e-mail corridafeliz@hotmail.com . Aliás o nome do meu blog é bem parecido com o seu heim!! Legal, vamos trocando figurinhas OK? Até mais. Fernanda

    ResponderExcluir
  9. Soraya (mãe da Bia e Lele)18 de julho de 2011 16:48

    A cada linha fui revivendo a emoção de ontem... realmente foi uma explosão de sentimentos !!!! Eu fiz em 2:18h e o Rafa fez em 2:03h, pra quem nunca tinha feito mais que 15km fomos muito bem !!!! Estamos junto na Maratona de 2012. At+

    ResponderExcluir
  10. Muito bom, Sergio! Correu bem e contou ainda melhor. Belo resultado, coroando sua preparação e força de vontade. Que as próximas jornadas sejam tão boas quanto, livres de contusões e dores e que os objetivos sejam sempre atingidos. Pena que não nos encontramos por lá ontem. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  11. Que venha a Maratona em 2012, também vamos nos preparar para esta prova. Só falta escolher a data e o local ;)

    Felicidade enorme completar essa prova! E vc contando com o apoio da família, não tem coisa melhor.
    Eu estava com um medo enorme das subidas, mas mantive o ritmo. Os músculos se esgotaram no km 17, minha marca de desgaste que tenho que vencer nas próximas, mas busquei o meu super gatorade e me recuperei no túnel do Rio Sul.

    Foi bom e repetiria a dose! Muitos planos para 2012! Muitos treinos! Vamos que vamos!

    ResponderExcluir
  12. Fernanda,
    legal, vamos trocar ideia sim! parabéns pelo blog e obrigado pelo comentário!
    bjs
    Sergio

    ResponderExcluir
  13. Soraya,
    que bom que vocês também conseguiram! Fico muito feliz! Foram muito bem mesmo, considerando o treino máximo de 15k. Falo sério!
    Tinha entendido que você ia participar da Family, senão tinha trocado uma ideia sobre a prova antes. Mas valeu, outras provas virão com certeza!
    Vamos juntos na Maratona 2012. O melhor é que teremos inscrição gratuita!
    bjs
    Sergio

    ResponderExcluir
  14. Fabio,
    Obrigado, amigo! ainda não consegui resolver a questão de encontrar os amigos e dar apoio à família, mas outras provas virão para nos encontrarmos. Quanto à fazer a prova sem dores, fica para uma próxima. É bom que ficou um gostinho de "quero mais". Aguardo seu relato, sempre brilhante!
    abraço,
    Sergio

    ResponderExcluir
  15. Adriana,
    Que injustiça, não havia te mencionado no post. Erro já corrigido! sabia que esqueceria gente importante :-(
    você está só evoluindo, para quem corria sem muito entusiasmo no início o melhor foi que o "mosquito de mordeu" he he
    Ainda sonho em correr com a esposa e uso você e o Sergio como exemplo!
    Estou pensando em ir às forras com as dores na próxima Atenas. Podemos correr juntos!
    bjs
    Sergio

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pela prova Sérgio.
    Abraço e sucesso pra você.


    tutta
    www.correndocorridas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Parabéns!!! :-)))

    http://bora21.wordpress.com

    ResponderExcluir
  18. Tutta,
    Valeu amigo!
    abraço,
    Sergio

    ResponderExcluir
  19. Fabiana,
    Obrigado! ;-) está chegando sua vez!
    bjs
    Sergio

    ResponderExcluir
  20. Fala Sérgio! Foi um prazer estar em mais uma corrida no teu pelotão. Eu tava muito "P da vida" de bater na trave duas vezes e não conseguir emplacar um tempo abaixo de 2hs, com tua ajuda e do André consegui manter o ritmo e realizar minha meta. Agora confesso que estou pensando com carinho na ideia de me dedicar mais e ano que vem partir para a minha 1a Maratona... Espero que estejamos com o Pelotão completo lá será mais fácil com um incentivando o outro. Abraço!

    ResponderExcluir
  21. Olá Sergio, legal ler mais esse relato seu, muito bem contado, parabéns! Legal saber que você também está melhor das dores e conseguiu melhorar seu tempo, essas coisas só acontecem pra nos incentivar cada vez mais. Como eu não conheço o RJ, fiquei tentando imaginar como foram estes 21K... quem sabe um dia eu não vá correr aí? Deu água na boca... Quanto à maratona que voce quer correr, é só se preparar bem que você consegue, pois quando a gente começou com esse "negócio de corridas" achávamos que era impossíl corrermos 10K, não é mesmo? Um abração e bons treinos!

    ResponderExcluir
  22. ---------\\\\|/---------
    --------(@@)-------
    --ooO--(_)--Ooo--
    Aeeee Sérjão morar no Rio de Janeiro, correr no nesse percurso maravilhoso ao lado dos amigos, completar a Meia Maratona do Rio e ainda por cima a família estar esperando na chegada, ahhh isso não tem preço nào é meu amigo parabéns pelo esforço e por mais um desafio completado e que venha agora a MARATONA né...

    Um abraço e bons treinos,

    Jorge Ultramaratonista
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
  23. Meu novo e grande amigo. Mais uma vez a experiência foi fantástica! Sinceramente achei mais tranquilo correr esta prova do que a Asics, talvez pela experiência adquirida na primeira prova. Como sempre preciso elogiar seu post, pois ele é reflexo do grande coração que possui. A energia que moves é poderosa e atrai pessoas de bem para seu círculo. Agradeço novamente pela amizade, pela confiança e pelos grande momentos nas últimas provas. O PELOTÃO BLOGUEIRO foi uma grande presente para quem há pouco mais de um ano levava uma vida sedentária e de muito estresse. Penso com carinho no projeto para a maratona e me organizarei para tal. Lhe vejo em breve nas pistas e faço questão que esta amizade extrapole os limites do asfalto.
    Forte abraço e boas passadas.
    andreeotenis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Gláucio,
    Muito obrigado! deixa só eu corrigir "teu pelotão" não, "nosso pelotão", né? na verdade foi com dor no coração que eu desgarrei um pouco nos 3 quilômetros finais, mas o fiz porque tinha certeza que o sub-2h já estava garantido para todos. Fico feliz que tenha alcançado o objetivo, e gostaria muito que se juntasse no projeto Maratona 2012!
    grande abraço,
    Sergio

    ResponderExcluir
  25. Anderson,
    Obrigado! Correr aqui no RJ é bom demais. Isso que você falou é verdade. No começo eu achava uma volta na lagoa (7.5k) muita coisa. Engraçado como nosso referencial muda, não é?
    Grande abraço,
    Sergio

    ResponderExcluir
  26. Jorge,
    Obrigado amigo! espero me juntar ao grupo menor mas apaixonado dos maratonistas!
    grande abraço,
    Sergio

    ResponderExcluir
  27. André,
    Muito obrigado! fiquei lisonjeado. Eu é que agradeço a companhia nas duas provas! Realmente foi bom demais trocar a vida sedentária pelo mundo das corridas. Esse é um caminho sem volta! Também gostaria muito de extrapolar a amizade para fora das pistas.
    Rumo à Maratona!
    Abraço,
    Sergio

    ResponderExcluir
  28. E aí Sergio, boa prova, bom relato, e com melhora no tempo melhor ainda, a família esperando na chegada dá um brilho especial. Parabéns. Também corri essa Meia, adorei o percurso, é bom para tempo, mas vinha cansado de outra prova, mesmo assim tbm fiz bom tempo. Tbm fiz relato da prova. Abraços

    corridaderuams.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Valeu, Rodrigo
    Parabéns para todos nós!
    abraço,
    Sergio

    ResponderExcluir
  30. Arrasou!!!
    Agora é treinar pra Antártida... 100 km!!! ;-)
    Bjs da sua irmã,
    Adri

    ResponderExcluir
  31. Adri,
    Obrigado! daqui a pouco é você, hein?!
    Bjs
    Sergio

    ResponderExcluir

Tenho um enorme carinho pelos que comentam por aqui e procuro responder a 100% dos comentários, aqui na própria seção. Vamos lá, diga aí embaixo o que achou ou qualquer coisa relacionada às corridas...